Em 1996, dez pesquisadores do Grupo Nova Londres (GNL) se propuseram a escrever um Manifesto intitulado “A pedagogy of multiliteracies: designing social futures”, originalmente publicado pela Harvard Educational Review. Esse artigo, ainda que tenha muito impacto em documentos norteadores da educação brasileira, nunca tinha sido traduzido para o Português do Brasil. Em 2021, vinte e cinco anos depois, a revista Linguagem em Foco (UECE), juntamente com as pesquisadoras do grupo de pesquisa “Multiletramentos, Hipermídia e Ensino” (GpMulti/Unicamp), entregaram a toda a comunidade acadêmica e escolar a tradução do Manifesto “Uma Pedagogia dos Multiletramentos: projetando futuros sociais”.


Para comemorar essa conquista, produziram um número especial que celebra a comunhão de vozes de pesquisadores e professores brasileiros que dialogaram com pesquisadores e professores de outros países por meio do Manifesto. Convidaram para isso nove professores de diferentes Instituições Educacionais brasileiras, que trabalham com Multiletramentos, para desenvolverem ensaios reflexivos sobre as ideias presentes no Manifesto. A missão de cada um deles era (re)ler o texto do GNL a partir de questões emergentes da educação no Brasil. Assim, publicaram um número especial em homenagem aos 25 anos do Manifesto da Pedagogia dos Multiletramentos, composto pelos nove ensaios reflexivos e pela tradução do artigo original do Grupo Nova Londres. Clique aqui para ler!